A Parábola dos Talentos

Mateus 25:14 Pois será como um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e lhes confiou os seus bens.
Mateus 25:15 A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro, um, a cada um segundo a sua própria capacidade; e, então, partiu.
Mateus 25:16 O que recebera cinco talentos saiu imediatamente a negociar com eles e ganhou outros cinco.
Mateus 25:17 Do mesmo modo, o que recebera dois ganhou outros dois.
Mateus 25:18 Mas o que recebera um, saindo, abriu uma cova e escondeu o dinheiro do seu senhor.
Mateus 25:19 Depois de muito tempo, voltou o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles.
Mateus 25:20 Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou outros cinco, dizendo: Senhor, confiaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que ganhei.
Mateus 25:21 Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
Mateus 25:22 E, aproximando-se também o que recebera dois talentos, disse: Senhor, dois talentos me confiaste; aqui tens outros dois que ganhei.
Mateus 25:23 Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
Mateus 25:24 Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse: Senhor, sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste,
Mateus 25:25 receoso, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.
Mateus 25:26 Respondeu-lhe, porém, o senhor: Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei?
Mateus 25:27 Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros, e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu.
Mateus 25:28 Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem dez.
Mateus 25:29 Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.
Mateus 25:30 E o servo inútil, lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes.

About these ads

Publicado em setembro 2, 2008, em Parábolas e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 14 Comentários.

  1. este patrão cruel nunca poderia ser o nosso Deus, pois o nosso Deus é misericordia e justiça , não cobra juro de seus filhos. como foi o caso de patrão. que quis receber com juros e altos seus “talentos”; este mais parece com o “capitalismo” este dos Estados unidos que financiou uma guerra, as custa da miséria de seu povo. agora dá dinheiro aos banqueiros, e ao povo o desenprego e a subnutrição etc..

  2. “Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.” Saint-Exupéry
    Também não me conformo com muita coisa… Uma delas é este “véu” que impede que enxerguemos com a razão.

  3. Obviamente que se trata de algum documento fraudado. Deus, como o imaginamos, misericordioso, veria a atitude do servo como respeitosa.
    E Deus jamais colheria onde não semeou. Esse senhor de servos pode até ser um senhor de servors, mas ele não serve ao nosso Deus.

  4. Não há erro nem do Cristo nem de Mateus. É preciso que se entenda com o coração, sabendo que nós é que semeamos a violência e toda a maldade do mundo. O que Deus colhe são os frutos que Ele vai modificar dentro de nós, mas por nosso próprio esforço. Os talentos são as graças divinas que devemos multiplicar para sermos bem recebidos pelo Pai. Quem não as multiplica, como o último servo, não pode continuar junto aos que se esforçam. Isso não é castigo, é fruto do esforço para se atingir novo nível espiritual. Quem desejar maiores estudos sobre os ensinamentos das parábolas do Cristo, pode ler Pietro Ubaldi , principalmente as obras O Sistema e Deus e Universo. A parábola dos talentos é explicada pelo autor em A Grande Batalha.

  5. Eu entendo por “talentos” tudo que Deus deu ao homem: a inteligência, o corpo, a percepção, os cinco sentidos, etc. Cabe ao homem desenvolvê-los bem e usá-los de forma correta. Aquele que não faz isso está errado e Deus (o do Antigo Testamento) castiga-o para mostrar-lhe que não se deve desperdiçar um presente de Deus. Não sei se vocês sabem, mas Deus, no antigo testamento era muito rígido. Talvez porque houvesse necessidade disso naqueles tempos.

    • primeiro : o “talento” citado na parábola em questão,ñ tem nada a ver c/ isso que vc colocou.Trata-se de uma peça de ouro ou prata, cujo peso era igual a 40 quilos e que era usada como dinheiro nos tempos do NT.
      segundo : o Deus de ontem é o mesmo de hoje,e será o mesmo amanhã e sempre.Ñ existe “o Deus do NT ” e “o Deus do VT “.

  6. o homem que se ausentou da sua terra por um pouco de tempo é jesus: subindo ao alto..deu dons aos homens efesios 4.8 .o carater dos servos: fidelidade , inteligencia, diligencia,mas o ociosidade é repudiada. a bibilia diz que cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus. os justos comparecerão diante do tribunal de cristo apos o arrebatamento. trata-se dos que eles fizeram e nao fizeram ao senhor.quanto aos infiéis compareceram diante o senhor para julgamento no juizo final.

  7. ACHO EU QUE AQUELE HOMEM DE UM TALENTO, FOI JULGADO POR SER INPRUDENTE, PREGUIÇOSO E NAO TINHA CAPACIDADE MENTAL PARA TRABALHAR COM EQUELE DINHEIRO. POR SER INSEGURO TEVE MEDO DE SER ROUBADO, E NO DIA Q SEU SENHOR VOLTASSE ELE NEM TERIA O UM TALENTO PARA O DEVOLVER, E ASSIM SE ESQUECEU DAS BENÇAOS DE NOSSO DEUS PARA COM OS HOMENS Q SAO JUSTOS HONESTOS TRABALHADORES, ESSES NAO SAO DESAMPARADOS E NEM SEUS DESCENDENTES MENDIGARAO O PAO E DEUS E SEMPRE COM ELE , ATE O FIM DOS SEUS DIAS……..

    • Silvio dos Santos

      Romanos 11,22 diz: “atentai para a bondade e a severidade de Deus”. É claro que o apóstolo Paulo está fazendo uma alegoria entre o zambujeiro (os gentios) e a oliveira (os judeus). Mesmo assim, Paulo destaca no versículo supracitado que o Senhor é severo em algumas situações. No caso do homem com um só talento, o Senhor sabia da sua capacidade (Mt 25,15) e por isso deu-lhe apenas um talento para que ele não precisasse multiplicar muitos talentos, entretanto, ele não fez nada com aquilo que lhe foi confiado.
      Partindo da ideia de que os talentos produzidos são as vidas que evangelizamos (ou seja, Jesus está falando de obra missionária), o homem foi punido porque não falou de Jesus ao seu próximo. Se dizemos amar o próximo como a nós mesmos, devemos, então, revelar Jesus aos seus corações.
      Por outro lado, o homem (Deus) não havia plantado naquele terreno, mas nos ordenou e nos capacitou para fazermos isso. É por isso que ele sega onde não plantou. No processo de evangelização, Jesus sabia que a Igreja iria falhar, como Israel falhou no Antigo Testamento. Israel deveria mostrar as demais nações quem Deus era, e nós cristãos temos esta mesma missão, mas, infelizmente temos falhado, e Deus irá cobrar por nossa prevaricação em não divulgar as boas novas.

  8. Eu acho que não tem nada haver em o “mestre” ser Deus ou Cristo. Quero crer que se trata mesmo de um alerta pra vida. A gente tem sempre que tentar melhorar. Estagnar é perder o que já tem.

  9. O senhor nosso Deus se agrada em ter-nos todos com ele, sua alegria e maior quando nós trazemos seus filhos perdidos no mundo. Foi assim que entendi “O senhor dos escravos “DEUS” entregou as moedas conforme dito na parábola. Então retornado para pegar o que lhe é de direito alegrou-se em saber que multiplicaram aquilo, então vem o que não multiplicou e lhe conta o acontecido apos ganho da moeda. “Nosso pai celestial se alegra em estarmos ao seu lado, ainda mais se nós falemos da sua palavra aos outros irmãos, as moedas seriam o conhecimento que nosso senhor nós deu através das parábolas e ensinamentos ele não quer que guardemos ela como o escravo fez, todos acreditam na salvação individual, mais não podemos fazer com que a salvação dos nossos semelhantes seja ganha? Por isso o nosso senhor nós deu o conhecimento para que passássemos adiante e não guardemos para nós mesmos”.

  1. Pingback: Terminando Taleb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 175 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: